Blog de Cláudio Goes


             Velhas oligarquias fracassam em metade das disputas a governador

                       

- São Paulo



Clãs políticos de quatro Estados perderam as eleições para governador neste domingo (26). É a metade do total de governos que disputavam em 2014.

No Pará, Helder Barbalho (PMDB), filho do senador Jader Barbalho, perdeu para Simão Jatene (PSDB), que tentava a reeleição. Helder apareceu diversas vezes ao lado da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, em eventos de campanha. O cargo máximo que Barbalho havia ocupado até hoje foi o de prefeito de Ananindeua por dois mandatos (2005-2012). A família Barbalho tem influência política no Estado há mais de 50 anos. 

 

No Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), filho do ex-senador João Capiberibe e da ex-deputada Janete Capiberibe, perdeu para Waldez Góes (PDT)Na Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), filho do ex-governador Ronaldo Cunha Lima, perdeu para Ricardo Coutinho (PSB). Por fim, noRio Grande do Norte, Henrique Eduardo Alves (PMDB), que é filho de Aluízio Alves, ex-deputado federal, governador e ministro, foi derrotado por Robinson Faria (PSD)

Eleitos 

Entre os herdeiros políticos eleitos, apenas Renan Filho (PMDB) faz parte de uma "nova safra". Com 35 anos, foi o candidato a governo estadual mais jovem a vencer a eleição para governador em Alagoas. Ele é filho do presidente do Senado, Renan Calheiros, também peemedebista. Já no primeiro turno, ele derrotou o senador Benedito de Lira (PP), o Biu.

O governador eleito fez toda sua campanha sob o mote de "renovação" na política. Para isso, deixou o pai - que não participou de nenhum ato público, mas atuou de forma intensa nos bastidores - de lado na campanha.

 

Os outros dois governadores eleitos já atuam há mais tempo na carreira política. No Distrito Federal, o novo governador é o senador Rodrigo Rollemberg, 55, do PSB, filho de Armando Leite Rollemberg, ex-ministro do STJ. O pessebista disputou o segundo turno com Jofran Frejat (PR), candidato que substituiu Arruda quando o ex-governador teve a candidatura barrada pela Justiça Eleitoral. Além de senador, ele também foi deputado distrital e federal pelo DF e secretário de Turismo do governo de Cristovam Buarque (atualmente no PDT) entre 1995 e 1998

No ParanáBeto Richa, 49, do PSDB, foi reeleito governador já no primeiro turnoderrotando o senador e ex-governador do Estado Roberto Requião (PMDB) e a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT). Ele é filho do ex-governador José Richa.

 

Outro caso específico é o de Roraima, onde Suely Campos (PP), mulher do ex-governador do Estado Neudo Campos (PP), foi eleita depois de substituir de última hora o marido na disputa. Ele teve a candidatura barrada na Lei da Ficha Limpa.



Escrito por Claudio Goes às 10h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eleições na Paraíba

Ibope: Ricardo Coutinho tem 53% e Cássio Cunha Lima, 47%.

Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (25), véspera do segundo turno, que aponta para uma disputa apertada na Paraíba. Segundo o instituto,Ricardo Coutinho (PSB), que tenta a reeleição, tem 53% dos votos válidos e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), 47%, dos votos válidos (quando não são computados nulos, brancos e indecisos).

Votos válidos

GOVERNADOR PARAÍBA

  • Ricardo Coutinho

  • Cunha Lima

53%
       47%

Votos válidos - 25/10/2014

A pesquisa foi encomendada pela TVs "Cabo Branco" e "Paraíba", registrada sob o número PB-00052/2014, ouviu 812 eleitores entre os dias 22 a 24 deste mês e tem margem de erro de três pontos percentuais para cima ou para baixo.

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, Coutinho tem 49% e Cunha Lima, 44%. Brancos e nulos somam 5% e 2% estão indecisos.

A eleição pelo governo da Paraíba toma a corrida presidencial como espelho.

Coutinho e Cunha Lima, que busca o seu terceiro mandato, ancoraram sua campanha no discurso do alinhamento como o governo federal para prometer grandes obras e projetos sociais.

Foi assim que Coutinho colaram seus nomes em Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT)durante a campanha.

O resultado do primeiro turno, no qual Cássio venceu Coutinho por uma diferença mínima --de 47,4% a 46--, foi a senha para o endurecimento da campanha no Estado.

Os dois eram aliados até o início deste ano quando o PSDB entregou os cargos no governo estadual para lanças candidatura própria.



Escrito por Claudio Goes às 09h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eleição para governador na PB

Cássio e Ricardo estão empatados

Pesquisa 6Sigma, encomendada pela Rádio Campina Grande FM e TV Itararé, aponta empate técnico para o governo da Paraíba, entre o tucano Cássio Cunha Lima e o socialista Ricardo Coutinho.

No índice rejeição, Cássio Cunha Lima agora lidera, com 29,9%, contra 25,4% de Ricardo Coutinho  

A quatro dias das eleições, uma nova pesquisa contratada pela Rádio Campina FM e TV Itararé, realizada pelo grupo 6sigma apontou que o senador Cássio Cunha Lima e o governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB) estão empatados. Eles também disputam a maior rejeição. Vital do Rêgo cresceu na estimulada.

Registrada no TRE sob o número 00037/2014, aferição se mostrou que na estimulada o candidato Cássio Cunha Lima, ainda vence Ricardo Coutinho, mas a diferença entre o tucano e o socialista caiu de forma significante. Cássio aparece com 40% das intenções de votos contra 39 de Ricardo. Na espontânea, os dois estão tecnicamente empatados.

Os dados foram coletados no período de 28 de setembro a 01 de outubro e foram entrevistados 1103 eleitores.

No quesito rejeição 6sigma Cássio Cunha Lima (PSDB) tem 29,9%; Ricardo Coutinho, (PSB) 25,4%; Radical (PSTU), 3,9%; Major Fábio (PROS), 3,4% e Vital (PMDB), 6,6%.

Na espontânea para Governador os resultados foram os seguintes: Cássio Cunha Lima, 35,9%; Ricardo Coutinho, 35,7%; Vital do Rego Filho, 3,7%; Major Fábio, 0,6%; Tácio 0,3% e Radical 0,2%.

O erro amostral máximo a ser atingido é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa eleitoral da Rádio Campina FM - TV Itararé foi divulgada hoje (2), a partir das 05h30, no Jornal Integração.

Governador – Estimulada - Cássio Cunha Lima – 40.7% Ricardo Coutinho – 39.4% Vital do Rego – 5.2% Indecisos – 6.9% 

Governador – Espontânea Cássio Cunha Lima – 35.9% Ricardo Coutinho – 35.7% Vital do Rego Filho – 3.7% Rejeição Cássio Cunha Lima – 29.9% Ricardo Coutinho – 25.4% Vital do Rego Filho – 6.6% Senador – Espontânea Zé Maranhão – 21,8% Lucélio Cartaxo – 10.8% Wilson Santiago – 10.4% Indecisos – 40.4% 

Senado – Estimulada Zé Maranhão – 34.3% Lucélio Cartaxo – 16.7% Wilson Santiago – 15.8% Indecisos – 16.2% Branco/Nulo – 11.4% 

Rejeição Zé Maranhão – 22.1% Wilson Santiago – 12.9% Lucélio Cartaxo – 9.2% 

Simone Duarte



Escrito por Claudio Goes às 08h49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Inicial de R$ 9.075

PF: edital com 600 vagas de agente nesta sexta (26)

Fernando Cezar Alves

A espera está chegando ao fim para quem pretende ingressar na carreira de agente da Polícia Federal. Acontece que a publicação do edital deve ocorrer nesta sexta-feira, dia 26, prazo limite determinado pela autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), divulgada em 26 de março.

A oferta será de 600 vagas e para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área e carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A remuneração inicial, atualizada, será de R$ 9.075,20, já considerando auxílio-alimentação de R$ 373, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. O valor considera um aumento recente, que deve começar a vigorar até janeiro de 2015, já valendo para os aprovados no certame.

Os servidores contam com uma série de melhorias durante o exercício. Já com o auxílio-alimentação, as remunerações, com o aumento, passaram a ser de R$ 9.505,61 na segunda classe, R$ 11.338,77 na primeira e R$ 14.129,63 na classe especial.

Assim que iniciadas, as inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da organizadora, o Cespe/UnB,que é www.cespe.unb.br.

Seleção – A expectativa é de que a seleção siga as condições do último concurso para o cargo, ocorrido em 2012 e também organizado pelo Cespe/UnB. Na ocasião, a oferta foi de 500 vagas e o processo contou com duas fases. A primeira foi composta de provas objetivas, exames discursivos, testes de aptidão física e avaliação psicológica. Na segunda, os candidatos foram submetidos a um curso de formação profissional.



Escrito por Claudio Goes às 08h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




     Bombeiros, PM e IPC recebem viaturas e equipamentos em CG

                 

O Governo da Paraíba entregou nesta terça-feira (23), no Parque do Povo em Campina Grande, mais de R$ 1,5 milhão em viaturas, equipamentos, armas e um rabecão para o 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros, 2º Batalhão Polícia Militar e ao Instituto de Polícia Científica (IPC). A entrega foi realizada pelo secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, e pelos comandantes gerais dos Bombeiros, coronel Jair de Barros, e da PM, coronel Euller Chaves.

A solenidade também marcou os 61 anos de fundação do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Campina Grande. A coorporação ganhou três viaturas, equipamentos de proteção individual e ferramentas de resgate, enquanto a PM recebeu 32 fuzis calibre 556, 32 pistolas ponto 40, 32 kits com coletes e capacetes balísticos, além de 64 mil munições que poderão ser utilizadas no terinamento ou em ações policiais. Por sua vez, o IPC recebeu um rabecão.

                              

“Com recursos próprios do governo, estamos melhorando a estrutura logística de atuação da polícia, e também oferecendo melhores recursos para o trabalho do Corpo de Bombeiros, que já havia recebido caminhões de combate a grandes incêndios antes, e agora teve sua frota de resgate ampliada”, ressaltou Cláudio Lima, para destacar que os investimentos garantem o cumprimento das missões com êxito.

Por seu turno, o coronel Jair de Barros disse que os novos equipamentos vão melhorar o atendimento e principalmente o tempo resposta para os chamamos. A utilização de todos esses materiais já será de imediato para que a população seja bem atendida a partir das ocorrências”, asseverou o comandante do Corpo de Bombeiros. 

                 

Ainda no Parque do Povo, foi apresentado o primeiro helicóptero do Estado. A aeronave modelo ‘Esquilo B’ foi batizada de ‘Acauã’ e vai servir à Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) em ocorrências de grande porte, que envolvam policiamento aéreo, salvamento aquático, resgate de vítimas e combate a incêndios.



Escrito por Claudio Goes às 09h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pós-Marina, PSB se recupera e disputa 4 Estados com chance de vitória.

O PSB com chances reais de vitória em 3 unidades da Federação (Distrito Federal, Pernambuco e Paraíba). O partido tem chance também de virar o jogo em Roraima –com a nova configuração de candidaturas naquele Estado.

Fernando Rodrigues - Uol 

                      

No início de agosto, o PSB corria o risco de ficar sem nenhum governador de Estado a partir de 2015, perdendo os 5 que tem no momento. Depois do lançamento de Marina Silva como candidata a presidente, os pessebistas ressurgiram pelo país afora.

Com 3, 4 ou 5 governadores eleitos, o quadro para o PSB nos Estados já é bem melhor do que o de 50 dias atrás.

Quando se observa a situação geral dos partidos, o PMDB aparece ainda com o maior número de favoritos: 9 candidatos a governador com chances de vitória. Em segundo lugar vem o PSDB, com 6. Depois, o PT, com 4.

Como se observa, há dois Estados com mudanças de candidaturas e ainda sem pesquisas disponíveis testando os novos cenários. Em Mato Grosso e Roraima, políticos fichas sujas saíram da disputa. Em Brasília, também ocorreu uma troca, mas já há pesquisas para a nova configuração de candidaturas.

No Mato Grosso, a saída de José Riva (PSD) tende a não alterar o quadro de maneira substantiva. Nesse Estado, a liderança folgada era de Pedro Taques (PDT), com 39%.

Já em Roraima, quem deixou a disputa foi o líder nas pesquisas, Neudo Campos (PP). O segundo colocado era Chico Rodrigues (PSB).

Quando se observam os Estados para os quais há pesquisas disponíveis, nota-se que a 2 semanas da eleição, só 10 disputas estaduais devem terminar no 1º turno

Se as pesquisas forem confirmadas nas urnas, esta será uma das mais apertadas disputas estaduais em décadas. Em 1994 houve apenas 9 eleições de governadores decididas no 1º turno. Nos anos seguintes, o número foi sempre maior.

Os 10 Estados nos quais pode haver uma decisão definitiva em 5 de outubro, com um candidato tendo, pelo menos, 50% mais 1 dos votos, são os seguintes: Acre, Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Piauí, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Este Blog mantém a mais completa página de pesquisas eleitorais da internet brasileira, com levantamentos de todos os institutos desde o ano 2000. É possível consultar os cenários do 1º turno de 2014 para as disputas de presidente,governador e senador e do 2° turno de 2014 para presidente e governador.

O blog está no Twitter e no Facebook.



Escrito por Claudio Goes às 09h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pesquisa espontânea 

              Nova pesquisa mostra Cássio e Ricardo empatados

                               

A pesquisa 6 Sigma foi realizada entre os 12 e 16 deste mês. Foram entrevistados 1.103 eleitores nas quatro mesorregiões do Estado. A margem de erro é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 00682/2014 e no TRE sob o número 00028/2014.

 

Os candidatos Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB) estão tecnicamente empatados na disputa pelo Governo do Estado. É o que revela pesquisa espontânea divulgada nesta quinta-feira (18) pelo Grupo 6Sigma, contratada pela Rádio Campina FM e TV Itararé.

 

De acordo com os dados, Cássio aparece com 35,9% de intenções de votos, enquanto Ricardo está com 34,3%. Vital do Rêgo (PMDB) tem 3,4%, seguido por Major Fábio (PROS) com 0,4%. Antônio Radical (PSTU) e Tárcio Teixeira (PSOL) aparecem com 0,1%. Brancos e nulos somam 5,7% e 19,8% não souberam responder.

 

Em entrevista à imprensa de Campina Grande, o estatístico do Grupo 6 Sigma, Pedro Coelho, disse nesta sexta-feira que a pesquisa espontânea é a que mais demonstra a real intenção do eleitor, já que o entrevistador não apresenta ao pesquisado nenhum nome de candidato. Segundo ele, esses votos praticamente não mudam.

 

                                                   

 Conexão PB



Escrito por Claudio Goes às 08h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A realidade do transporte público de Campina Grande

                               

Representantes das principais instituições que integram a sociedade civil de Campina Grande irão vivenciar neste sábado, dia 13, uma experiência que faz parte do cotidiano da maioria da população campinense: andar de ônibus.

Atendendo a convite do CTMU – Comitê Técnico de Mobilidade Urbana, membros da Associação Comercial, CDL, FIEP, SEBRAE, Sitrans, Instituto Cresce Campina, UFCG, UEPB, IFPB, Facisa, STTP, Prefeitura e Câmara Municipal, Conselhos Comunitários, além da UCES, Clube de Mães e Polícia Militar, estarão utilizando um ônibus da empresa Cabral para fazer o itinerário das linhas 505/555, com um percurso aproximado de 52 km.

Os passageiros dessa viagem se encontrarão às 09 horas em frente a STTP, de onde sairão para o início do percurso, que começa no Terminal Rodoviário de Passageiro, passando por 37 ruas e avenidas da cidade.

O objetivo dessa iniciativa, segundo Anchieta Bernardino, coordenador do CTMU, é mostrar como é realidade do transporte público por ônibus de Campina Grande, diante das inúmeras dificuldades que são enfrentadas pelos operadores do sistema no seu dia a dia.

 

Esta é a segunda experiência vivenciada pelos membros do Comitê de Mobilidade Urbana. A primeira delas aconteceu no dia 23 de agosto e foi realizada nas linhas 101/111.



Escrito por Claudio Goes às 18h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Dilma, Aécio e Marina gastam o equivalente a 1.600 casas populares

 

                                                              Miguel Schincariol/AFP

 

Marcelo Freire Do UOL, em São Paulo


Os três candidatos à Presidência da República mais bem colocados nas pesquisas, Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB), já gastaram mais de R$ 103 milhões na campanha eleitoral deste ano, o equivalente a quase 1.600 unidades do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Só a petista gastou mais da metade desse total.

Os valores estão da segunda parcial da prestação de contas, divulgada no sábado (6) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Dilma, que busca a reeleição e está em situação de empate técnico com Marina nas pesquisas, gastou até agora R$ 53,8 milhões. Depois vem Aécio (R$ 34,9 milhões), seguido por Marina (R$ 15,1 milhões).

O valor médio de uma unidade habitacional do Minha Casa, Minha Vida --que beneficia famílias de todo o Brasil com renda mensal de até R$ 1.600-- é de R$ 65 mil.

 

Os gastos dos presidenciáveis até agora

 

1
Dilma Rousseff (PT)
R$ 53,8 milhões

 

 

2
Aécio Neves (PSDB)
R$ 34,9 milhões

 

 

3
Marina Silva (PSB)
R$ 15,1 milhões

 

 

Para chegar ao total gatos por cada campanha, foram somados os custos dos próprios candidatos e de seus respectivos comitês financeiros. No caso da Marina, que ainda não possui despesas registradas em seu nome, os custos reportados pelo candidato Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no mês passado, foram adicionados à conta.

Os outros oito candidatos à Presidência --Eduardo Jorge (PV), Pastor Everaldo (PSC), Eymael (PSDC), Luciana Genro (PSOL), Zé Maria (PSTU), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO)-- somam R$ 3,56 milhões em despesas, equivalente a 3% dos gastos de todos os presidenciáveis (R$ 107 milhões).

A maior parte desse valor (R$ 2,3 milhões) foi gasto por Eduardo Jorge; Rui Costa Pimenta está no outro extremo, tendo destinado apenas R$ 10.450 à campanha.



Escrito por Claudio Goes às 09h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




               'Pandeiros' no lixo

O Museu do Artista Popular, o Pandeiros, obra da equipe de arquitetos de Oscar Niemeyer, inaugurado há poucos meses, e custou cerca de 20 milhões de reais, já apresenta sinais de abandono pela Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.              

                    

A central de ar condicionado já se encontra avariada por falta de manutenção. O gradil de proteção enferrujou, foi retirado e jogado na parte de cima da casa de máquinas do prédio. As hélices do equipamento estão quebradas e expostas.

                    

                    

Os novos vidros blindados, trocados recentemente após uma reforma, podem provocar acidentes. A estrutura metálica dos corrimãos mostra ser de pouca segurança. Os vitrais que pesam toneladas são irresponsavelmente escorados por pedaços de borracha que já apresentam sinais de ressecamento e desprendem.

                    

                                              

A obra milionária, erguida com dinheiro público, é apresentada em uma placa confeccionada com material barato. O resultado é que em apenas três meses, após ter sido afixada, já se encontra totalmente enferrujada.

As imagens estão ai. É só conferir.


                       Dinheiro em caixa

                                 

Não há como explicar esse repentino abandono das instalações do Museu Pandeiros, e a aplicação de materiais de segurança baratos, em um equipamento como vitrais blindados, que pesam toneladas. 

A Universidade Estadual da Paraíba - UEPB recebeu o maior volume de recursos da sua história. Veja o gráfico comparativo.



Escrito por Claudio Goes às 09h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Ex-engraxate paraibano está entre bilionários

 

 

O ex-engraxate paraibano José Janguiê Bezerra Diniz, 50, entrou para a lista de bilionários brasileiros em 2014. Ele tem patrimônio de R$ 2,93 bilhões, acumulados em negócios educacionais e, mais recentemente, em imóveis. É fundador e principal acionista da Ser Educacional, dona de faculdades como Maurício de Nassau e Joaquim Nabuco

Leia mais em: http://zip.net/bhpsWP

                                        



Escrito por Claudio Goes às 09h47
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Dinheiro limpo

Marina faturou R$ 1,6 milhão com palestras em três anos, diz jornal

do BOL, em São Paulo

De acordo com informações da Folha de S.Paulo deste domingo (31), a ex-senadora Marina Silva faturou R$ 1,6 milhão com palestras desde 2011, quando abriu uma empresa do ramo depois de ter perdido a eleição de 2010, mas conquistado quase 20 milhões de eleitores.

O valor de R$ 1,6 milhão é referente ao período de março de 2011 a maio de 2014. Segundo a Folha, Marina sempre manteve em segredo os detalhes sobre a atividade que virou sua principal fonte de renda desde que deixou o Senado. Agora candidata à Presidência da República, ela aceitou revelar o valor de seus rendimentos após questionamentos do jornal.

Em pouco mais de três anos, Marina diz que assinou 65 contratos e fez 72 palestras remuneradas. Os nomes das empresas e das entidades que pagaram para ouvi-la não foram revelados, pois, segundo a candidata, os contratos têm cláusulas de confidencialidade.
 
Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso, que também cobram por palestras desde que deixaram o cargo, mantêm igualmente em segredo os valores que recebem e a identidade dos clientes.
 
Na matéria deste domingo, a Folha de S.Paulo lista os detalhes do faturamento:
 
- Marina recebeu, em média, R$ 41 mil mensais. O valor é mais que o dobro dos R$ 16,5 mil que ela recebia como senadora no fim de seu mandato, em 2010.
 
- Os rendimentos da empresa de Marina aumentaram ano a ano, saltando de R$ 427,5 mil em 2011 para R$ 584,1 mil em 2013.
 
- Em 2014, por causa das eleições, Marina assinou só um contrato de R$ 132,6 mil para apresentações em quatro países da América do Sul e suspendeu em junho a contratação de participações remuneradas. As últimas cinco cinco palestras foram gratuitas, antes do início oficial da campanha eleitoral, em julho.
 
- O valor do último contrato remunerado fechado pela empresa de Marina se aproxima do valor total dos bens que ela declarou à Justiça Eleitoral como candidata à Presidência da República.
 
O jornal também esclarece o valor declarado pela candidata: Marina estimou em R$ 135 mil o valor de seu patrimônio pessoal, que inclui uma casa e seis terrenos em Rio Branco, a empresa criada para contratar sus palestras e uma conta no Banco do Brasil. Em 2010, ela estimou o valor de seus bens em R$ 149 mil.
 
(Com informações da Folha de S.Paulo)


Escrito por Claudio Goes às 08h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Na política o crime compensa
Fonte: Reprodução/Gazeta MT

CONHEÇA O CANDIDATO RECORDISTA DE PROCESSOS

O recordista de processos nas eleições para governador é José Geraldo Riva (PSD), de Mato Grosso. Ele é alvo de 117 procedimentos, o equivalente a quase 36% das ações que correm contra candidatos em todo o País, considerando-se os tribunais de Justiça, os de Contas e os Eleitorais.

Por causa de condenações já sofridas, o Tribunal Regional Eleitoral não considerou Riva apto a concorrer, mas ele recorreu e, até a decisão final, poderá fazer campanha. “Tenho certeza de que vamos derrubar (a decisão) no julgamento técnico do Tribunal Superior Eleitoral”, disse ele ao Estado. “Nem faço questão de me eleger. O mais importante é mostrar que sou inocente.”

Riva argumenta que não está enquadrado na Lei da Ficha Limpa porque em suas condenações não está configurado que houve, cumulativamente, dolo, enriquecimento ilícito e prejuízo ao erário. “Quem conhece minha história sabe que não tem nada a ver”, disse.

Fonte: Reprodução/24 Horas News

Fonte: Reprodução/24 Horas News

O candidato foi processado, entre outras irregularidades, por um escândalo de desvio de recursos ocorrido quando ocupava a presidência da Assembleia Legislativa do Mato Grosso. Ele foi acusado de desviar R$ 2,9 milhões por meio de falsos empréstimos bancários. Parte desse valor era movimentado em empresas de João Arcanjo Ribeiro, conhecido como Comendador Arcanjo, acusado de comandar uma organização criminosa com ramificações no Executivo e no Legislativo do Estado.

Riva e outro parlamentar, na época, foram acusados de movimentar, entre 1998 e 2001, R$ 65 milhões das contas da Assembleia, que foram parar em empresas de Arcanjo. Segundo sustentou o Ministério Público, os dois então deputados faziam falsos empréstimos no Banco ABN Amro Real em nome de funcionários da Assembleia. A ação diz que o dinheiro ficava com os dois, que usavam cheques da Casa para pagar as dívidas com o banco. Além disso, segundo os promotores, as empresas de Arcanjo eram usadas para transformar em dinheiro vivo os cheques emitidos irregularmente pela Assembleia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

São Paulo



Escrito por Claudio Goes às 22h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Transporte Público de Campina Grande

ganha mais10 ônibus novos nesta terça-feira

 

 

Nesta terça-feira, 19, os clientes do sistema de transporte público de Campina Grande estarão recebendo dez ônibus zero quilômetro, que passam a integrar a frota do serviço de transporte coletivo de passageiros do município. 


O ingresso desses dez novos ônibus faz parte do compromisso assumido pelas empresas com a exigência do COMUTP - Conselho Municipal de Transportes Públicos, na reunião do último dia 25 de julho e representa o início do processo de renovação da frota, conforme assegurou o Diretor Executivo do Comtranslegal, Anchieta Bernardino.


Os dez ônibus que entram em circulação a partir de hoje são da empresa Transnacional, do grupo A. Cândido.  Todos os veículos têm equipamentos que facilitam o acesso de pessoas com deficiência física, a exemplo dos cadeirantes.


Anchieta Bernardino informou que o objetivo do sistema é melhorar cada vez mais a qualidade do serviço e reduzir a idade média da frota, que já foi uma das mais novas no Nordeste. “Apesar de toda dificuldade e da concorrência desleal que o sistema enfrenta, assumimos o compromisso com o COMUPT para renovar a frota, tirando de circulação os ônibus mais velhos e oferecer um serviço com mais eficiência”, destacou o dirigente.


A apresentação dos novos ônibus será feita em frente a STTP a partir das 09 horas.


Escrito por Claudio Goes às 23h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Fraudes:  Justiça suspende pesquisas na Paraíba

 

OLYMPUS DIGITAL CAMERAO Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), através da juíza auxiliar da propaganda eleitoral, Niliane Meira Lima, determinou, na noite deste sábado (16), a suspensão da pesquisa 0016/2014, realizada pelo Instituto IPESPE e contratada pelo Jornal da Paraíba. A magistrada ainda fixou multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento de sua decisão. A suspensão da pesquisa IPESPE/Jornal da Paraíba foi solicitada pelo candidato a deputado estadual Leandro Wagner Queiroz Barbosa (PPL), mais conhecido como Léo Cigano do Povo, da coligação “A Força do Trabalho IV”, que levantou vários questionamentos em relação à consulta divulgada neste sábado. Além de suspender a pesquisa, a juíza Niliane Meira Lima determinou que o Jornal da Paraíba publique uma nota em sua próxima edição informando sobre a decisão judicial. “Determino que a Editora Jornal da Paraíba insira na edição do Jornal da Paraíba da edição de 18/08/2014 (segunda-feira) nota de capa, com mesma fonte padrão das demais notícias, informando ao leitor a suspensão da veiculação da pesquisa eleitoral 0016/2014, tratada no jornal de 16/08/2014”, destaca a magistrada em sua decisão. Segundo o advogado Francisco Ferreira, que representou o candidato do PPL na ação, o IPESP e o próprio Jornal da Paraíba incorreram em várias irregularidades que podem comprometer a lisura do pleito por afronta a legislação. Entre as ilegalidades apontadas pelo advogado estão a falta de registro obrigatório de informações exigidas pela resolução 23.400 do TSE, que determina o registro do preço de mercado da pesquisa, além da identificação dos bairros e municípios pesquisados, algo que, segundo ele, não foi observado pelo IPESP. “Também solicitamos cópias de todos os questionários aplicados na pesquisa, com dados dos pesquisados, cidade, município, bairro, data e horário, com o objetivo de conferir a veracidade dos números apresentados. Questionamos ainda a falta de informação na divulgação dos dados relativos a quem contratou e pagou pela pesquisa, bem com a veiculação de dados que não foram sequer registrados no TRE”, observou o advogado, que acrescentou: “todos os fundamentos apresentados foram acatados pela magistrada”.

TRE suspende divulgação de pesquisas do Sistema Correio

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), por meio da juíza auxiliar de propaganda, Nillane Meira Lima, determinou, na tarde deste sábado (16), a suspensão da divulgação das pesquisas eleitorais PB0012/2014 e PB0013/2014, realizadas pelo instituto Souza Lopes Consultoria e Pesquisa e contratadas pelo Sistema Correio de Comunicação. A magistrada ainda solicitou investigação para apurar possíveis crimes eleitorais durante o processo de coleta dos dados. A suspensão da pesquisa Souza Lopes/Sistema Correio foi solicitada pelo candidato a deputado estadual Léo Cigano do Povo (PPL),da coligação “A Força do Trabalho IV”, que levantou uma série questionamentos em relação às consultadas que foram divulgadas nos dias 28 de junho e 25 de julho. Segundo o advogado Francisco das Chagas Ferreira, que representou o candidato do PPL, a Justiça detectou indícios de fraudes nas duas pesquisas. “Eles não apresentaram dentro do prazo legal os dados dos municípios e dos bairros onde as pesquisas teriam sido realizadas. Além disso, há a possibilidade de fraude, já que nos apresentaram os mais de 3 mil questionários sem data ou município onde foram aplicados”, disse. Para o advogado, a juíza Nillane Meira Lima deixou claro em seu despacho que a divulgação das pesquisas Souza Lopes/Sistema Correio traz riscos ao pleito eleitoral da Paraíba. “A utilização da pesquisa poderá, de alguma forma, influenciar o eleitorado, sem que tenham sido adotados os requisitos de segurança exigidos na norma para sua utilização”, diz trecho do parecer da magistrada. O advogado Francisco das Chagas Ferreira destacou que decisão da juíza proíbe, sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil, a divulgação das pesquisas, bem como todas as notícias que tratem sobre assunto. “Os candidatos também não poderão usar os dados em seus guias eleitorais ou peças de campanha”, reforçou. “Outra coisa que chamou nossa atenção foi o fato do instituto de pesquisa ser de Curitiba e nunca ter feito uma pesquisa por lá”, completou.

Confira o documento do TRE sobre o IPESPE

JUDICIÁRIO

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA PARAÍBA

GABINETE DOS JUÍZES AUXILIARES

Representação: 935-29.2014.6.15.0000 – Classe 24.

Assunto: Representação – Impugnação -Pesquisa Eleitoral – Registro de Pesquisa Eleitoral – 0016/2014 – Divulgação – Pedido de Concessão de Liminar – Pedido de Aplicação da Multa.

Representante: LEANDRO WAGNER QUEIROZ BARBOSA, CANDIDATO PELO PARTIDO PÁTRIA LIVRE (PPL).

Advogado: Francisco das Chagas Ferreira e Outros.

Representado: IPESPE INSTITUTO DE PESQUISAS SOCIAIS POLÍTICAS E ECONÔMICAS

Representado: EDITORA JORNAL DA PARAÍBA LTDA

DECISÃO SOBRE O PEDIDO DE LIMINAR

Cuida-se de representação proposta em 16/08/2014 por Leandro Wagner Queiroz Barbosa, candidato a Deputado Estadual, em desfavor de IPESPE INSTITUTO DE PESQUISAS SOCIAIS POLÍTICAS E ECONÔMICAS e EDITORA JORNAL DA PARAÍBA LTDA, impugnando registro e a divulgação de pesquisa eleitoral0016/2014.

Isso posto, DEFIRO o pedido de liminar, pelo que determino:

I) que o representado IPESPE INSTITUTO DE PESQUISAS SOCIAIS POLÍTICAS E ECONÔMICAS se abstenha, de imediato, de divulgar sob qualquer forma a pesquisa eleitoral registrada perante o TRE sob o nº.0016/2014.

Fixo ao referido representado, mas apenas para o caso de descumprimento desta liminar, multa diária no valor de R$50.000,00 (art. 461, parágrafo 4º) por cada dia de descumprimento.

II) que a representada EDITORA JORNAL DA PARAÍBA LTDA se abstenha, de imediato, de divulgar sob qualquer forma a pesquisa eleitoral registrada perante o TRE sob o nº.0016/2014, bem como:

II.1) exclua da URL , bem como de outra(s) que também as contenha(m), as notícias sobre a pesquisa em referência, até ulterior determinação deste juízo;

II.2) em razão do requerimento tempestivo do representante, mas de já ter havido a distribuição do jornal impresso que veicula a pesquisa, converto o pedido de não divulgação da pesquisa no JORNAL DE 16/08/2014 em resultado prático equivalente, pelo que determino que a EDITORA JORNAL DA PARAÍBA INSIRA na edição do JORNAL DA PARAÍBA da edição de 18/08/2014 (segunda-feira) nota de capa, com mesma fonte padrão das demais notícias, informando ao leitor a suspensão da veiculação da pesquisa eleitoral 0016/2014, tratada no jornal de 16/08/2014, bem como que, além disso, ela fora veiculada com erro relativo à omissão do contratante (informando, agora, quem é o contratante e pagante) e de nível de confiança informado (que é de 95,00% ao invés de 95,5%).

À representada EDITORA JORNAL DA PARAÍBA LTDA, fixo, mas apenas para o caso de descumprimento desta liminar, multa diária no valor de R$50.000,00 (art. 461, parágrafo 4º, CPC) por cada dia de descumprimento.

III) Que seja cientificada a Seção de Registros e Publicações deste Tribunal a fim de que anote no sistema de registros de pesquisas eleitorais que a pesquisa eleitoral 0016/2014 foi impugnada, impedindo, pois, a utilização de seus dados por terceiros (pesquisa não publicável), mas mantendo os dados sob custódia do sistema para eventual reversão desta medida judicial.

IV) Seja dada ciência para os partidos e coligações;

V) seja(m) NOTIFICADO(M) o(s) representado(s) para, querendo, apresentarem defesa no prazo de 48 (quarenta e oito) horas (Lei nº. 9.504/97, art. 96, § 5º, e Resolução nº. 23.398/13 do TSE, art. 8º, caput e § 4º).

Em seguida, dê-se vista dos autos ao MPE para emissão de parecer no prazo de 24 (vinte e quatro) horas (Resolução nº. 23.398/13 do TSE, art. 13, caput).

INTIMEM-SE os representados para imediato cumprimento, devendo a intimação da EDITORA JORNAL DA PARAÍBA LTDA ser realizada com a máxima urgência.

Após a manifestação do MPE, à conclusão.

João Pessoa, 16/08/2014.

Niliane Meira Lima

Juíza Auxiliar – TRE-PB

Confira o documento do TRE sobre a divulgação de pesquisas pelo Sistema Correio

http://www.noticiapb.com/irregularidades-justica-suspende-pesquisas-na-paraiba/#.U_CfR8XIZ0u



Escrito por Claudio Goes às 09h37
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis

banner_Sitrans