Blog de Cláudio Goes


                   Pesquisa arqueológica será realizada na Feira Central de CG

 

                              

Está prestes a se iniciar o processo de requalificação da tradicional Feira Central de Campina Grande, obra em 4 etapas que pretende transformar toda a sua área, cujo projeto foi intensivamente discutido entre os técnicos da Secretaria de Planejamento da cidade, os feirantes e as lideranças comunitárias. A obra é uma reivindicação antiga da cidade e segundo o conselheiro do orçamento participativo: “Há pelo menos seis anos nós lutávamos no orçamento participativo pela reforma na feira central”, informou.

De início, após a assinatura do contrato da obra ocorrido no último dia 13 de novembro pelo Prefeito Romero Rodrigues, será desenvolvido um interessante projeto intitulado ‘Diagnóstico e Salvamento Arqueológico, Educação Patrimonial e Resgate da Cultura Material na Área Afetada Direta e Indiretamente pelo Processo de Revitalização da Feira Central de Campina Grande’ que consiste no intensoestudo histórico de toda a área da feira, que possui ocupação desde o início do século XX.

Para o coordenador da atividade, o arqueólogo Juvandi de Souza Santos: “temos a noção de que esta área é muito importante para a cidade e pretendemos com esse estudo além de compreender como foi a ocupação do lugar, fazer um resgate histórico de prédios importantíssimos como o Pau do Meio e o Casino Eldorado, respeitando a legislação vigente que prevê o estudo arqueológico em obras desse nível”.

A confecção do projeto de pesquisa arqueológica durou cerca de 9 meses e culminou com a publicação no Diário Oficial da União do último dia 24de novembro, autorizando as atividades arqueológicas (Processo n.º 01408.014558/2014-66) que possuem o apoio institucional do Laboratório de Arqueologia e Paleontologia – LABAP da UEPB em convênio existente entre a UEPB e a PMCG. O LABAP possui experiência de pesquisa em todo o Estado da Paraíba, participando e promovendo escavações arqueológicas e fomentando coleções para museus. Para esta atividade, o Laboratório contará com a colaboração de alunos da UEPB e de técnicos de outras instituições, como a Sociedade Paraibana de Arqueologia.

Como não haverá deslocamento dos feirantes, o desenvolvimento do mega-projeto deverá durar entre quatro e cinco anos, uma importante ação desenvolvida pelos engenheiros, arquitetos e arqueólogo da SEPLAN sob a batuta do Secretário Prof. Márcio Caniello, que agradece ao Prefeito a confiança na execução de uma tarefa tão difícil e tão complexa

A área que será prospectada e escavada dará subsídios para o entendimento do processo histórico da feira de Campina Grande e o que for encontrado será exibido em exposição em um memorial da Feira de Campina Grande, um museu que será uma ferramenta didática e turística para o entendimento da importância dessa feira para a cidade e região.

                            



Escrito por Claudio Goes às 11h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




SEBRAE sedia reunião sobre mobilidade urbana nesta segunda-feira

                       

O Comitê Técnico de Mobilidade Urbana de Campina Grande e Região Metropolitana (CTMU) se reúne nesta segunda-feira (24), a partir das 19 horas, na sede do SEBRAE em nossa cidade, para avaliar, discutir e encaminhar proposições visando compor o Plano de Mobilidade Urbana do município, que está sendo elaborado por uma equipe técnica da Prefeitura Municipal, tendo o mês de abril de 2015, como prazo para sua conclusão.

No encontro desta segunda-feira no SEBRAE, a equipe responsável pelo Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob) irá apresentar as ações que já foram feitas e encaminhadas ao Poder Executivo para a viabilização do PlanMob. Também haverá uma avaliação sobre o passeio de reconhecimento que o CTMU promoveu dia 08 deste mês nas rotas 303/333.

CIDADE PARA AS PESSOAS

Para Anchieta Bernardino, coordenador do CTMU, existe a necessidade de mudanças profundas nos padrões tradicionais de mobilidade (focado no uso do automóvel), na perspectiva de uma cidade mais justa, sustentável e planejada para as pessoas. “Mas isso não é fácil”, adenda.

- Nós entendemos que, para fazer as mudanças desejadas acontecerem é preciso mais do que vontade técnica. É necessário um plano de ação integrado com a comunidade, através das suas entidades representativas, visando discutir e influenciar no planejamento da cidade que queremos, ressalta Anchieta Bernardino, conclamando uma maior participação da sociedade na discussão do PlanMob.

A sociedade campinense está representada no CTMU através das instituições de ensino superior: UFCG, UEPB, IFPB, Facisa, além da Associação Comercial, CDL, FIEP, ICC, Sitrans, SEBRAE, Câmara de Vereadores e Prefeitura Municipal.



Escrito por Claudio Goes às 16h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




                       Queda de vergalhão quase provoca tragédia

Peça de ferro, de cinco metros, se desprendeu de obra de edifícil e por pouco não atinge carros e pedestres.

                                                     

                                                     

                                                     

A falta de redes de proteção contra acidentes nas obras de três edifícios, construídos pela Construtora Fronteira, na Estação Velha, 'as margens do Açude Velho, por pouco não provoca um tragédia com vítimas fatais.

Um vergalhão, de cerca de cinco metros, despencou de um dos prédios em construção, e ficou cravado no asfalto, ao lado de um dos estacionamentos do super mercado Hiper Bompreço.

O acidente ocorreu 'as 10.30h, quando o trânsito no local é intenso. 



Escrito por Claudio Goes às 18h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




                            Despoluir:

                            

Frota de ônibus de Campina Grande será submetida a teste de poluição

A equipe do Despoluir da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor) estará em Campina Grande nesta segunda-feira (17) fazendo uma vistoria de apresentação do Programa Ambiental do Transporte. As aferições nos veículos serão realizadas a partir das 9h na unidade do SestSenat, localizada na Avenida Francisco Lopes de Almeida, 2000, bairro Três Irmãs. Na ocasião, também será apresentado o Prêmio Transportar de Responsabilidade Ambiental, uma iniciativa da Fetronor que tem como finalidade premiar o compromisso das empresas na redução dos gases poluentes.

O presidente da Fetronor, Eudo Laranjeiras, e a coordenadora do Despoluir, Adriana Dias, participam do evento. De acordo com Eudo, o objetivo da visita é mostrar o empenho do setor de transportes com a questão ambiental e da importância do SITRANS como parceiro em Campina Grande. “É preciso que as pessoas saibam o quanto a federação e o SITRANS, nosso parceiro há muitos anos, estão preocupados com o meio ambiente, buscando poluir menos e assim proporcionar uma melhor qualidade de ar, beneficiando a saúde e também ajudando as empresas a diminuir o consumo de combustível”, revelou o dirigente.

O Programa Ambiental do Transporte Despoluir foi lançado em julho de 2007 pela Confederação Nacional do Transporte (CNT) e SestSenat atuando em parceria na área base da Fetronor nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. O programa já ultrapassou a marca de um milhão de aferições em caminhões e ônibus em todo o Brasil, atendendo a mais de 23 mil empresas de transportes. É o maior e mais completo programa de aferição veicular existente hoje no país.

No trabalho, os técnicos do Despoluir verificam, com base em normas do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente), se a opacidade da fumaça emitida está de acordo com padrões estabelecidos. Em caso positivo, é emitido um selo do Despoluir, que atesta a regularidade. Do contrário, as equipes indicam a manutenção necessária para a correção do problema e o veículo é posteriormente reavaliado. Com as orientações e avaliações periódicas, em sete anos, a média nacional de aprovação aumentou de 82,04% para 88,87%.

CAMPINA GRANDE TEM A MAIOR MÉDIA DE APROVAÇÃO DO BRASIL

 

Em 2013 foram realizadas 1.693 aferições no estado da Paraíba, que obteve uma média de 84,9% de aprovação. Na divisão dos resultados, João Pessoa teve 82,9% de aprovação, enquanto Campina Grande obteve 89,2%. Já no primeiro semestre de 2014 foram realizadas 2.224 aferições na Paraíba, a capital obteve 85,4% de aprovação contra 91,6% de Campina Grande, ultrapassando pela segunda vez a média de aprovação nacional. Os dados do segundo semestre ainda estão sendo computados.



Escrito por Claudio Goes às 09h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Caso de polícia

Presidente da CPMI da Petrobras é acusado de ceder à farsa montada pelo governo do PT

vital_dorego_04

Caso de polícia – A base do governo Dilma Rousseff (PT), com a ajuda do presidente da CPMI da Petrobras, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), protagonizou nesta terça-feira um dos mais tristes episódios do Parlamento brasileiro ao impedir, por meio de diversas manobras, a votação de requerimentos de quebras de sigilo de empreiteiras e convocação de políticos, dirigentes partidários, ex-diretores da estatal e operadores do esquema de corrupção conhecido como “Petrolão”. Críticas não faltaram no plenário da CPMI, que teve a sessão abruptamente interrompida no dia do depoimento do gerente de contratos da Petrobras, Edmar Diniz de Figueiredo.

Tipicamente mafiosa, a trama governista para impedir qualquer investigação começou na primeira etapa da reunião, quando Vital do Rêgo cancelou a votação de requerimentos sob a alegação de falta de quórum. Aos poucos, enquanto o gerente da Petrobras negava qualquer tipo de irregularidade na estatal, a oposição conseguiu viabilizar a presença de 17 parlamentares, quorum mínimo para a votação. Entre eles, o deputado Enio Bacci (PDT-RS), que denunciou ter sofrido pressão da cúpula de seu partido e do governo para não comparecer à reunião e ajudar a assegurar quórum.

Mais uma vez, o governo agiu para derrubar a sessão. Em uma questão de ordem das mais inusitadas já apresentadas no Congresso Nacional, o líder do PT, senador Wellington Dias (PI), acompanhado do líder do governo, senador Humberto Costa (PT-PE), conseguiu do presidente da CPMI a concordância para encerrar a sessão sob a alegação de votação nominal no plenário do Senado. Regimentalmente, a ordem do dia no plenário não impede a oitiva de testemunhas em comissões.

Atropelamento e fuga

Após atropelar covardemente o andamento da reunião, sob os protestos da oposição, Vital do Rêgo saiu do plenário da CPMI apressado, mas foi seguido pela imprensa e por parlamentares do PPS, PSDB, DEM e PSB. “O senhor encerrou a CPI de forma vergonhosa após receber uma ordem do líder do PT (Wellington Dias). Trata-se de uma farsa, de uma desmoralização completa da CPMI. Primeiro espalharam um versão estapafúrdia de acordo do governo com a oposição. Agora a base da presidente Dilma não dá quórum para votação e conta com sua ajuda para encerrar uma reunião. Isso é inadmissível”, protestou o líder do PPS na Câmara dos Deputados, Rubens Bueno (PR), de frente para o presidente da CPMI. Vital não quis dar explicações e rumou para o plenário do Senado.

Oposição quer votar todos os requerimentos

Em entrevista à imprensa, os líderes da oposição afirmaram que querem ir até o final com as investigações e pretendem colocar em votação, na próxima terça-feira (18), todos os requerimentos pendentes, inclusive os que envolvem parlamentares do próprio campo oposicionista e o advogado Leonardo Meirelles, que citou o envolvimento de membros do PSDB no esquema.

“Vamos convocar todos. De nossa parte não há qualquer acordo para blindar A ou B. O governo é que está dando um exemplo de que quer impedir todo tipo de investigação. A presidente Dilma, um dia após ser eleita, afirmou que defendia a investigação ‘doa a quem doer’. Agora, mobiliza sua base para impedir votações e instalar uma farsa na CPMI”, protestou Rubens Bueno.

Os ausentes

O líder do PPS disse ainda que a ausência de parlamentares do PT e de partidos aliados do governo na reunião CPMI da Petrobras foi consequência “da farsa do acordo que se anunciou na semana passada”. O deputado se referia a versão divulgada pelo relator da comissão, Marco Maia (PT-RS), de que políticos seriam poupados das investigações de corrupção na petroleira. Hoje, nem Maia nem o vice-líder do PT da Câmara, Sibá Machado (PT-AC), autor do requerimento para a audiência pública compareceram à reunião.

“Deixamos de deliberar sobre a convocação do senhor João Vaccari Neto, tesoureiro do PT, o homem que reúne a grana da propina na Petrobras e em todas as outras (estatais) para distribuir a seus apaniguados que gastam milhões e milhões em campanhas eleitorais do seu PT pelo Brasil afora”, lamentou Rubens Bueno. “Esse é o Partido dos Trabalhadores, da militância com cifrões aguerridos”.

Outro requerimento a ser votado era o da convocação do ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, indicado para o cargo pelo PT, partido que, segundo o delator Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da companhia, ficava com 2% dos contratos superfaturados.

A CPMI deliberaria ainda a respeito da convocação de Sérgio Machado, presidente da Transpetro que pediu licença da estatal após seu envolvimento com os desvios ter sido revelado por Costa. Machado era o homem forte do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, na empresa.

Além destes, a oposição queria votar o requerimento de convocação de Leonardo Meirelles e todos os outros pendentes de apreciação, como os pedidos de quebras de sigilo das empreiteiras Odebrecht, OAS, Mendes Júnior, Camargo Corrêa, Queiroz Galvão, entre outros de autoria do líder do PPS.



Escrito por Claudio Goes às 00h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




                            UEPB sedia Plano de Mobilidade Urbana nesta segunda-feira 

               

O Comitê Técnico de Mobilidade Urbana de Campina Grande e Região Metropolitana (CTMU), se reúne nesta segunda-feira (03), a partir das 19 horas, na central de aulas da UEPB, em Bodocongó, para avaliar as ações que estão sendo desenvolvidas pela equipe da Prefeitura Municipal responsável pela elaboração do Plano de Mobilidade Urbana da cidade, que tem até o mês de abril de 2015 para concluir o trabalho.

A nova Lei de Mobilidade Urbana, a Lei Federal 12.587/2012, traz instrumentos fundamentais para garantir sustentabilidade e eficiência nos deslocamentos nas cidades.

A nova legislação, em suas diretrizes, dentre outras, estabelece o uso equitativo do espaço viário, a prioridade do transporte coletivo e dos usuários mais vulneráveis no trânsito sobre os veículos individuais, bem como a eficiência do transporte público.

Esta é a quinta reunião do CTMU, órgão composto por instituições representativas da sociedade civil, instituições públicas e de ensino superior. Integram o Comitê: UEPB, UFCG, Facisa, IFPB, Associação Comercial, CDL, SEBRAE, FIEP, Instituto Cresce Campina, SITRANS, Câmara Municipal.

Para o coordenador executivo do CTMU, Anchieta Bernardino, “A Lei Nacional de Mobilidade Urbana nasceu para contribuir com um país eminentemente urbano, onde mais de 80% da população está fixada na zona urbana, tornando as cidades menos acessíveis, mais congestionadas, mais periféricas ou espalhadas”.  



Escrito por Claudio Goes às 09h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




             Velhas oligarquias fracassam em metade das disputas a governador

                       

- São Paulo



Clãs políticos de quatro Estados perderam as eleições para governador neste domingo (26). É a metade do total de governos que disputavam em 2014.

No Pará, Helder Barbalho (PMDB), filho do senador Jader Barbalho, perdeu para Simão Jatene (PSDB), que tentava a reeleição. Helder apareceu diversas vezes ao lado da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, em eventos de campanha. O cargo máximo que Barbalho havia ocupado até hoje foi o de prefeito de Ananindeua por dois mandatos (2005-2012). A família Barbalho tem influência política no Estado há mais de 50 anos. 

 

No Amapá, Camilo Capiberibe (PSB), filho do ex-senador João Capiberibe e da ex-deputada Janete Capiberibe, perdeu para Waldez Góes (PDT)Na Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), filho do ex-governador Ronaldo Cunha Lima, perdeu para Ricardo Coutinho (PSB). Por fim, noRio Grande do Norte, Henrique Eduardo Alves (PMDB), que é filho de Aluízio Alves, ex-deputado federal, governador e ministro, foi derrotado por Robinson Faria (PSD)

Eleitos 

Entre os herdeiros políticos eleitos, apenas Renan Filho (PMDB) faz parte de uma "nova safra". Com 35 anos, foi o candidato a governo estadual mais jovem a vencer a eleição para governador em Alagoas. Ele é filho do presidente do Senado, Renan Calheiros, também peemedebista. Já no primeiro turno, ele derrotou o senador Benedito de Lira (PP), o Biu.

O governador eleito fez toda sua campanha sob o mote de "renovação" na política. Para isso, deixou o pai - que não participou de nenhum ato público, mas atuou de forma intensa nos bastidores - de lado na campanha.

 

Os outros dois governadores eleitos já atuam há mais tempo na carreira política. No Distrito Federal, o novo governador é o senador Rodrigo Rollemberg, 55, do PSB, filho de Armando Leite Rollemberg, ex-ministro do STJ. O pessebista disputou o segundo turno com Jofran Frejat (PR), candidato que substituiu Arruda quando o ex-governador teve a candidatura barrada pela Justiça Eleitoral. Além de senador, ele também foi deputado distrital e federal pelo DF e secretário de Turismo do governo de Cristovam Buarque (atualmente no PDT) entre 1995 e 1998

No ParanáBeto Richa, 49, do PSDB, foi reeleito governador já no primeiro turnoderrotando o senador e ex-governador do Estado Roberto Requião (PMDB) e a senadora e ex-ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT). Ele é filho do ex-governador José Richa.

 

Outro caso específico é o de Roraima, onde Suely Campos (PP), mulher do ex-governador do Estado Neudo Campos (PP), foi eleita depois de substituir de última hora o marido na disputa. Ele teve a candidatura barrada na Lei da Ficha Limpa.



Escrito por Claudio Goes às 10h13
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eleições na Paraíba

Ibope: Ricardo Coutinho tem 53% e Cássio Cunha Lima, 47%.

Pesquisa Ibope divulgada neste sábado (25), véspera do segundo turno, que aponta para uma disputa apertada na Paraíba. Segundo o instituto,Ricardo Coutinho (PSB), que tenta a reeleição, tem 53% dos votos válidos e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), 47%, dos votos válidos (quando não são computados nulos, brancos e indecisos).

Votos válidos

GOVERNADOR PARAÍBA

  • Ricardo Coutinho

  • Cunha Lima

53%
       47%

Votos válidos - 25/10/2014

A pesquisa foi encomendada pela TVs "Cabo Branco" e "Paraíba", registrada sob o número PB-00052/2014, ouviu 812 eleitores entre os dias 22 a 24 deste mês e tem margem de erro de três pontos percentuais para cima ou para baixo.

Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, Coutinho tem 49% e Cunha Lima, 44%. Brancos e nulos somam 5% e 2% estão indecisos.

A eleição pelo governo da Paraíba toma a corrida presidencial como espelho.

Coutinho e Cunha Lima, que busca o seu terceiro mandato, ancoraram sua campanha no discurso do alinhamento como o governo federal para prometer grandes obras e projetos sociais.

Foi assim que Coutinho colaram seus nomes em Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT)durante a campanha.

O resultado do primeiro turno, no qual Cássio venceu Coutinho por uma diferença mínima --de 47,4% a 46--, foi a senha para o endurecimento da campanha no Estado.

Os dois eram aliados até o início deste ano quando o PSDB entregou os cargos no governo estadual para lanças candidatura própria.



Escrito por Claudio Goes às 09h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eleição para governador na PB

Cássio e Ricardo estão empatados

Pesquisa 6Sigma, encomendada pela Rádio Campina Grande FM e TV Itararé, aponta empate técnico para o governo da Paraíba, entre o tucano Cássio Cunha Lima e o socialista Ricardo Coutinho.

No índice rejeição, Cássio Cunha Lima agora lidera, com 29,9%, contra 25,4% de Ricardo Coutinho  

A quatro dias das eleições, uma nova pesquisa contratada pela Rádio Campina FM e TV Itararé, realizada pelo grupo 6sigma apontou que o senador Cássio Cunha Lima e o governador e candidato à reeleição Ricardo Coutinho (PSB) estão empatados. Eles também disputam a maior rejeição. Vital do Rêgo cresceu na estimulada.

Registrada no TRE sob o número 00037/2014, aferição se mostrou que na estimulada o candidato Cássio Cunha Lima, ainda vence Ricardo Coutinho, mas a diferença entre o tucano e o socialista caiu de forma significante. Cássio aparece com 40% das intenções de votos contra 39 de Ricardo. Na espontânea, os dois estão tecnicamente empatados.

Os dados foram coletados no período de 28 de setembro a 01 de outubro e foram entrevistados 1103 eleitores.

No quesito rejeição 6sigma Cássio Cunha Lima (PSDB) tem 29,9%; Ricardo Coutinho, (PSB) 25,4%; Radical (PSTU), 3,9%; Major Fábio (PROS), 3,4% e Vital (PMDB), 6,6%.

Na espontânea para Governador os resultados foram os seguintes: Cássio Cunha Lima, 35,9%; Ricardo Coutinho, 35,7%; Vital do Rego Filho, 3,7%; Major Fábio, 0,6%; Tácio 0,3% e Radical 0,2%.

O erro amostral máximo a ser atingido é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa eleitoral da Rádio Campina FM - TV Itararé foi divulgada hoje (2), a partir das 05h30, no Jornal Integração.

Governador – Estimulada - Cássio Cunha Lima – 40.7% Ricardo Coutinho – 39.4% Vital do Rego – 5.2% Indecisos – 6.9% 

Governador – Espontânea Cássio Cunha Lima – 35.9% Ricardo Coutinho – 35.7% Vital do Rego Filho – 3.7% Rejeição Cássio Cunha Lima – 29.9% Ricardo Coutinho – 25.4% Vital do Rego Filho – 6.6% Senador – Espontânea Zé Maranhão – 21,8% Lucélio Cartaxo – 10.8% Wilson Santiago – 10.4% Indecisos – 40.4% 

Senado – Estimulada Zé Maranhão – 34.3% Lucélio Cartaxo – 16.7% Wilson Santiago – 15.8% Indecisos – 16.2% Branco/Nulo – 11.4% 

Rejeição Zé Maranhão – 22.1% Wilson Santiago – 12.9% Lucélio Cartaxo – 9.2% 

Simone Duarte



Escrito por Claudio Goes às 08h49
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Inicial de R$ 9.075

PF: edital com 600 vagas de agente nesta sexta (26)

Fernando Cezar Alves

A espera está chegando ao fim para quem pretende ingressar na carreira de agente da Polícia Federal. Acontece que a publicação do edital deve ocorrer nesta sexta-feira, dia 26, prazo limite determinado pela autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), divulgada em 26 de março.

A oferta será de 600 vagas e para concorrer é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área e carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A remuneração inicial, atualizada, será de R$ 9.075,20, já considerando auxílio-alimentação de R$ 373, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. O valor considera um aumento recente, que deve começar a vigorar até janeiro de 2015, já valendo para os aprovados no certame.

Os servidores contam com uma série de melhorias durante o exercício. Já com o auxílio-alimentação, as remunerações, com o aumento, passaram a ser de R$ 9.505,61 na segunda classe, R$ 11.338,77 na primeira e R$ 14.129,63 na classe especial.

Assim que iniciadas, as inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da organizadora, o Cespe/UnB,que é www.cespe.unb.br.

Seleção – A expectativa é de que a seleção siga as condições do último concurso para o cargo, ocorrido em 2012 e também organizado pelo Cespe/UnB. Na ocasião, a oferta foi de 500 vagas e o processo contou com duas fases. A primeira foi composta de provas objetivas, exames discursivos, testes de aptidão física e avaliação psicológica. Na segunda, os candidatos foram submetidos a um curso de formação profissional.



Escrito por Claudio Goes às 08h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




     Bombeiros, PM e IPC recebem viaturas e equipamentos em CG

                 

O Governo da Paraíba entregou nesta terça-feira (23), no Parque do Povo em Campina Grande, mais de R$ 1,5 milhão em viaturas, equipamentos, armas e um rabecão para o 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros, 2º Batalhão Polícia Militar e ao Instituto de Polícia Científica (IPC). A entrega foi realizada pelo secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, e pelos comandantes gerais dos Bombeiros, coronel Jair de Barros, e da PM, coronel Euller Chaves.

A solenidade também marcou os 61 anos de fundação do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Campina Grande. A coorporação ganhou três viaturas, equipamentos de proteção individual e ferramentas de resgate, enquanto a PM recebeu 32 fuzis calibre 556, 32 pistolas ponto 40, 32 kits com coletes e capacetes balísticos, além de 64 mil munições que poderão ser utilizadas no terinamento ou em ações policiais. Por sua vez, o IPC recebeu um rabecão.

                              

“Com recursos próprios do governo, estamos melhorando a estrutura logística de atuação da polícia, e também oferecendo melhores recursos para o trabalho do Corpo de Bombeiros, que já havia recebido caminhões de combate a grandes incêndios antes, e agora teve sua frota de resgate ampliada”, ressaltou Cláudio Lima, para destacar que os investimentos garantem o cumprimento das missões com êxito.

Por seu turno, o coronel Jair de Barros disse que os novos equipamentos vão melhorar o atendimento e principalmente o tempo resposta para os chamamos. A utilização de todos esses materiais já será de imediato para que a população seja bem atendida a partir das ocorrências”, asseverou o comandante do Corpo de Bombeiros. 

                 

Ainda no Parque do Povo, foi apresentado o primeiro helicóptero do Estado. A aeronave modelo ‘Esquilo B’ foi batizada de ‘Acauã’ e vai servir à Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) em ocorrências de grande porte, que envolvam policiamento aéreo, salvamento aquático, resgate de vítimas e combate a incêndios.



Escrito por Claudio Goes às 09h03
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pós-Marina, PSB se recupera e disputa 4 Estados com chance de vitória.

O PSB com chances reais de vitória em 3 unidades da Federação (Distrito Federal, Pernambuco e Paraíba). O partido tem chance também de virar o jogo em Roraima –com a nova configuração de candidaturas naquele Estado.

Fernando Rodrigues - Uol 

                      

No início de agosto, o PSB corria o risco de ficar sem nenhum governador de Estado a partir de 2015, perdendo os 5 que tem no momento. Depois do lançamento de Marina Silva como candidata a presidente, os pessebistas ressurgiram pelo país afora.

Com 3, 4 ou 5 governadores eleitos, o quadro para o PSB nos Estados já é bem melhor do que o de 50 dias atrás.

Quando se observa a situação geral dos partidos, o PMDB aparece ainda com o maior número de favoritos: 9 candidatos a governador com chances de vitória. Em segundo lugar vem o PSDB, com 6. Depois, o PT, com 4.

Como se observa, há dois Estados com mudanças de candidaturas e ainda sem pesquisas disponíveis testando os novos cenários. Em Mato Grosso e Roraima, políticos fichas sujas saíram da disputa. Em Brasília, também ocorreu uma troca, mas já há pesquisas para a nova configuração de candidaturas.

No Mato Grosso, a saída de José Riva (PSD) tende a não alterar o quadro de maneira substantiva. Nesse Estado, a liderança folgada era de Pedro Taques (PDT), com 39%.

Já em Roraima, quem deixou a disputa foi o líder nas pesquisas, Neudo Campos (PP). O segundo colocado era Chico Rodrigues (PSB).

Quando se observam os Estados para os quais há pesquisas disponíveis, nota-se que a 2 semanas da eleição, só 10 disputas estaduais devem terminar no 1º turno

Se as pesquisas forem confirmadas nas urnas, esta será uma das mais apertadas disputas estaduais em décadas. Em 1994 houve apenas 9 eleições de governadores decididas no 1º turno. Nos anos seguintes, o número foi sempre maior.

Os 10 Estados nos quais pode haver uma decisão definitiva em 5 de outubro, com um candidato tendo, pelo menos, 50% mais 1 dos votos, são os seguintes: Acre, Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Piauí, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins.

Este Blog mantém a mais completa página de pesquisas eleitorais da internet brasileira, com levantamentos de todos os institutos desde o ano 2000. É possível consultar os cenários do 1º turno de 2014 para as disputas de presidente,governador e senador e do 2° turno de 2014 para presidente e governador.

O blog está no Twitter e no Facebook.



Escrito por Claudio Goes às 09h20
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Pesquisa espontânea 

              Nova pesquisa mostra Cássio e Ricardo empatados

                               

A pesquisa 6 Sigma foi realizada entre os 12 e 16 deste mês. Foram entrevistados 1.103 eleitores nas quatro mesorregiões do Estado. A margem de erro é de 2,95% e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 00682/2014 e no TRE sob o número 00028/2014.

 

Os candidatos Cássio Cunha Lima (PSDB) e Ricardo Coutinho (PSB) estão tecnicamente empatados na disputa pelo Governo do Estado. É o que revela pesquisa espontânea divulgada nesta quinta-feira (18) pelo Grupo 6Sigma, contratada pela Rádio Campina FM e TV Itararé.

 

De acordo com os dados, Cássio aparece com 35,9% de intenções de votos, enquanto Ricardo está com 34,3%. Vital do Rêgo (PMDB) tem 3,4%, seguido por Major Fábio (PROS) com 0,4%. Antônio Radical (PSTU) e Tárcio Teixeira (PSOL) aparecem com 0,1%. Brancos e nulos somam 5,7% e 19,8% não souberam responder.

 

Em entrevista à imprensa de Campina Grande, o estatístico do Grupo 6 Sigma, Pedro Coelho, disse nesta sexta-feira que a pesquisa espontânea é a que mais demonstra a real intenção do eleitor, já que o entrevistador não apresenta ao pesquisado nenhum nome de candidato. Segundo ele, esses votos praticamente não mudam.

 

                                                   

 Conexão PB



Escrito por Claudio Goes às 08h41
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A realidade do transporte público de Campina Grande

                               

Representantes das principais instituições que integram a sociedade civil de Campina Grande irão vivenciar neste sábado, dia 13, uma experiência que faz parte do cotidiano da maioria da população campinense: andar de ônibus.

Atendendo a convite do CTMU – Comitê Técnico de Mobilidade Urbana, membros da Associação Comercial, CDL, FIEP, SEBRAE, Sitrans, Instituto Cresce Campina, UFCG, UEPB, IFPB, Facisa, STTP, Prefeitura e Câmara Municipal, Conselhos Comunitários, além da UCES, Clube de Mães e Polícia Militar, estarão utilizando um ônibus da empresa Cabral para fazer o itinerário das linhas 505/555, com um percurso aproximado de 52 km.

Os passageiros dessa viagem se encontrarão às 09 horas em frente a STTP, de onde sairão para o início do percurso, que começa no Terminal Rodoviário de Passageiro, passando por 37 ruas e avenidas da cidade.

O objetivo dessa iniciativa, segundo Anchieta Bernardino, coordenador do CTMU, é mostrar como é realidade do transporte público por ônibus de Campina Grande, diante das inúmeras dificuldades que são enfrentadas pelos operadores do sistema no seu dia a dia.

 

Esta é a segunda experiência vivenciada pelos membros do Comitê de Mobilidade Urbana. A primeira delas aconteceu no dia 23 de agosto e foi realizada nas linhas 101/111.



Escrito por Claudio Goes às 18h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Dilma, Aécio e Marina gastam o equivalente a 1.600 casas populares

 

                                                              Miguel Schincariol/AFP

 

Marcelo Freire Do UOL, em São Paulo


Os três candidatos à Presidência da República mais bem colocados nas pesquisas, Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB), já gastaram mais de R$ 103 milhões na campanha eleitoral deste ano, o equivalente a quase 1.600 unidades do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. Só a petista gastou mais da metade desse total.

Os valores estão da segunda parcial da prestação de contas, divulgada no sábado (6) pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Dilma, que busca a reeleição e está em situação de empate técnico com Marina nas pesquisas, gastou até agora R$ 53,8 milhões. Depois vem Aécio (R$ 34,9 milhões), seguido por Marina (R$ 15,1 milhões).

O valor médio de uma unidade habitacional do Minha Casa, Minha Vida --que beneficia famílias de todo o Brasil com renda mensal de até R$ 1.600-- é de R$ 65 mil.

 

Os gastos dos presidenciáveis até agora

 

1
Dilma Rousseff (PT)
R$ 53,8 milhões

 

 

2
Aécio Neves (PSDB)
R$ 34,9 milhões

 

 

3
Marina Silva (PSB)
R$ 15,1 milhões

 

 

Para chegar ao total gatos por cada campanha, foram somados os custos dos próprios candidatos e de seus respectivos comitês financeiros. No caso da Marina, que ainda não possui despesas registradas em seu nome, os custos reportados pelo candidato Eduardo Campos, morto em acidente aéreo no mês passado, foram adicionados à conta.

Os outros oito candidatos à Presidência --Eduardo Jorge (PV), Pastor Everaldo (PSC), Eymael (PSDC), Luciana Genro (PSOL), Zé Maria (PSTU), Levy Fidelix (PRTB), Mauro Iasi (PCB) e Rui Costa Pimenta (PCO)-- somam R$ 3,56 milhões em despesas, equivalente a 3% dos gastos de todos os presidenciáveis (R$ 107 milhões).

A maior parte desse valor (R$ 2,3 milhões) foi gasto por Eduardo Jorge; Rui Costa Pimenta está no outro extremo, tendo destinado apenas R$ 10.450 à campanha.



Escrito por Claudio Goes às 09h05
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis

banner_Sitrans